Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Xica Margarida

21.02.11

Futebolices!

Xica Margarida
Depois de um desabafo digno de um assassino em série, eis que volto ao meu registo quase normal. Quando abri o blog sempre foi minha ideia escrever sobre futebol. Mas já vi que hoje estou amarga e demasiados posts amargos iriam afastar ainda mais os poucos leitores do meu pobre blog.
Ainda assim, algumas ideias sobre o que me vai na cabeça. Vi ontem na TV que uma senhora que não recordo o nome (e aqui tenho que me chicotear diversas vezes, e acreditem que o faria se tivesse o dito objecto) foi campeã de atletismo pela nossa nação algumas vezes. Pois, agora a senhora está pobre e, pelo que parece, é empregada de limpeza. A mim não me choca a história da senhora, porque há muita gente pobre e sem emprego (EU TAMBÉM). A mim choca-me que, tal como eu, ninguém tenha dado o devido valor à senhora. Ela foi campeã de atletismo, ganhou medalhas pelo nosso país e a atenção que teve foi pouca ou quase nenhuma. Isto porquê? Andamos ocupados com as pernas do Cristiano Ronaldo e com a maravilha que é o Mourinho e não vemos para além disso. É que me chateia que estes senhores ganhem rios de dinheiro e durante vários anos e a outra senhora vai-se a ver e ainda teve de pagar para trazer uma medalha para casa. É este o apoio que damos ao desporto...
Isto porque, em Portugal, desporto significa FUTEBOL.

Eh pá, mas prometo voltar a este tema quando estiver menos amarga. É que assim tudo de seguida, aprece-me aborrecido.
21.02.11

Nova teoria

Xica Margarida
Hoje descobri que começam a exercer em Portugal uma nova espécie de terrorismo, desconhecida para mim, claro! Chama-se o terrorismo psicológico para pessoas desempregadas. Teoria: Como há muita população desempregada e há poucos empregos, a solução será levar os desempregados ao suicídio e descer, assim, as taxas de desemprego! Esta solução teria ainda outra vantagem: como o mundo está superpovoado, diminuiríamos a população!
Parece-me que esta moda está a pegar. E parece-me que, se continuarem assim por mais uns tempos, vai dar frutos. Principalmente junto dos jovens. Não pensem que é uma crítica derrotista e uma história pessoal. Bem poderia ser! Mas não, descansem vossas mentes que não penso nisso. Sou dura de roer e já que estou cá, agora aguentem-me que ainda não viram nada...
Apenas penso nisso porque vejo esse terrorismo ser exercido. E com deleites de mestre! Olha, que quem teve esta ideia era malvado. É claro que, quando confrontado com esta teoria, o criador desta ideia negaria a pés juntos que a teve. E claro, isto se o conseguíssemos encontrar e fazer com que ele admitisse a ideia que teve. O que não me parece nada fácil porque referimo-nos sempre a "eles" quando não sabemos bem de quem estamos a falar. O que para mim tem servido, a não ser que me dê uma fúria assassina e queira começar a matar todos os culpados por certas e determinadas coisas da vida.
Enfim, caros amigos, hoje fiz um post um pouco mais negro, mas também pensei: vir para aqui só escrever sobre insólitos quando, cada vez mais, os insólitos passam a fazer parte do dia-a-dia... Deixou de ter piada.
11.02.11

Velhice!

Xica Margarida
É para o que estamos guardados! Esta é a frase que mais tenho utilizado nos dias que passaram. E é inteiramente verdade. Soube-se esta semana que uma senhora foi encontrada no chão de sua casa, depois de ter estado lá morta durante oito ou nove anos. Esta foi, para mim, uma das notícias mais violentas dos últimos tempos!
Como é possível que ninguém, para além de uma vizinha que ainda tomou algumas providências, não se tenha importado com aquela pessoa? É uma situação que me aflige porque, cada vez mais, está presente e mesmo perto de nós. Não quero ser fútil no comentário, mas realmente aflige-me e não consigo deixar de pensar muito no assunto e dizer: "É para o que estamos guardados!". Porque realmente é. Se esta situação já acontece agora, imaginemos daqui a uns anos... Do meu ponto de vista, cada vez mais a sociedade é individualista e cada vez mais se preocupa menos com os mais velhos que são arrumados para um canto e só servem quando precisam do dinheiro da sua reforma para uma qualquer situação...

Enfim, só posso mesmo dizer: "É para o que estamos guardados!".

Euzinha

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Também estou aqui

O que já lá vai

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D