Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Xica Margarida

27.01.14

Coisas que me enervam #2

Xica Margarida
Este post bem poderia ter outro título, mas este serve que nem uma luva. Mas o título também poderia ser algo que tivesse a ver com as palavras vizinhos e barulho.

Quem lida comigo diariamente já conhece as minhas angústias. Pois que agora chegou a hora de as partilhar com o mundo (ou melhor, com as 10 pessoas que leem este blog). Deixem-me só explicar que eu digo muitas vezes "pois que", mas é na brincadeira. Atenção!!! Eu comecei com esta brincadeira depois do Figo andar sempre com o pois que na boca e fiquei eu também. Mas voltando aos vizinhos: então não é que eu já não sei o que fazer.

Começo por explicar a situação: há uns meses mudou-se lá para o lado um vizinho, que eu penso que vive sozinho. Ele tem o hábito de acordar com o rádio a tocar música. Nada de mal, a não ser que a música se ouça no prédio todo e que o quarto dele seja pegado ao meu. E ainda por cima acorda às sete da manhã. Uma gaja não merece ter que acordar uma hora mais cedo! Uma hora é muita coisa, muita coisa mesmo...

Lá andei durante três meses a chatear o senhor que trata da casa e lá consegui que o vizinho começasse a acordar com a música mais baixa. Acontece que de há uns dias para cá ele tem acordado com conversa fiada e hoje acordou com rancho. Sim, pasmem-se: rancho!!! Às sete da manhã estava a tocar o que era para aí o grupo de cavaquinhos lá da terra. E agora, pergunto eu: O que é que eu faço? Vou chatear novamente o homem porque não consigo dormir??? É que começo a pensar que, de tanto chatear, as pessoas começam a achar que eu sou a doida que não dorme de propósito para ver quem anda a fazer barulho...

Mas se achavam que não podia haver pior, eis que surge o insólito!!! O meu vizinho de baixo sofre da coluna e, durante a noite, grita. Sim, grita como se o tivessem a matar... E que faço eu? Vou lá pedir para ele gritar mais baixo e meter as dores num sítio que eu cá sei?? Pois, não posso. O homem tem dores e já pediu muitas desculpas por gritar e, agora, quase só o ouço a gemer...

E pronto, era isto... É mais uma das coisas que me enerva, mas que posso eu fazer? Só me resta mesmo mudar de casa...
24.01.14

Não é isso que todos queremos afinal?

Xica Margarida
Já ouvi, por diversas vezes, a nova música do Pedro Abrunhosa com o Camané. Já devem saber qual é, mas ainda assim eu digo: é aquela em que ele diz que quer voltar para os braços da mãe e que fala em emigrar e tal e tal...

Já a ouvi, por diversas vezes, e acabo sempre por ficar com o mesmo sentimento. É assim um misto de nostalgia com tristeza antecipada. Acontece que quando a ouço penso no pessoal que teve que sair de Portugal e de perto das suas famílias para conseguir o que é melhor para a sua vida. Penso no meu irmão (que nos faz cá tanta falta) e que foi... E aqui dá-me a saudade dos que estão lá fora (como tantas vezes ouvia a minha mãe dizer. A expressão lá fora sempre me soou a uma coisa tão longe, tão fora do que eu imaginaria ser possível). E depois penso que ainda não me livrei deste destino que eu sempre pensei ser tão longínquo. Penso que efectivamente estou a trabalhar por cá, por agora, mas penso: será que vou ficar por muito tempo? Será que se não arriscar agora vou ter tempo para arriscar mais tarde? Será que se continuar assim alguma vez vou poder fazer apenas uma parte do que quero fazer? É porque eu já vou com 33 anos (ai o que me custa dizer isto) e toda a gente me pergunta por filhos. E eu respondo sempre que a minha mãe já tem netos que chegue. E é verdade, mas depois penso: oh pá, eu nem um cão posso ter quanto mais um filho... E penso: isto não é nada justo. Eu e o meu mais que tudo trabalhamos muito e no final...

A música põe-me a pensar... E deixa-me sempre com dúvidas sobre o caminho que sigo neste momento. Sou muito feliz, sim, sou. Mas penso que me falta dar o salto... Ter algo mais... Não é isso que todos queremos afinal?

18.01.14

Arco Íris

Xica Margarida
Hoje passei por baixo de dois arco íris... Dois! Eram dois! Um por dentro do outro e eu passei no meio dos dois. Será que isso tem algum significado específico? Será que fui abençoada pela sorte e devo ir já a correr fazer o Euromilhões? Provavelmente não e, por isso, não vou fazer Euromilhões nenhum que detesto ver dinheiro a sair-me do bolso sem sentido.
16.01.14

Contacto de emergência

Xica Margarida
Uma gaja fica nervosa quando dizem assim: olha dei o teu contacto, em caso de emergência, para depois te ligarem! Aí uma gaja começa a tremer. Se efectivamente acontecer alguma coisa já sei que vou ser a primeira a saber.

Fiquei nervosa quando a C. deu o meu contacto na piscina lá do sítio. Sinónimo: se ela se afogasse ligavam-me a dizer: olhe, morreu! Já não respira!

Agora foi numa clínica para depois de uma cirurgia... uma gaja fica nervosa, pronto... Que posso eu fazer?
09.01.14

Manteiga de Amendoim

Xica Margarida
Desde que me lembro de ser gente que tenho curiosidade em provar manteiga de amendoim. No outro dia ía eu no Lider (vulgarmente conhecido por Lidl, mas que o meu povo e eu chamamos de Lider) e dei de caras com um frasco da dita cuja. Olhei e pensei: "oh até comprava para provar, mas se depois não gosto fica para lá...". Depois pensei: "Se bem que eu tenho um lobo lá em casa que come até perder de vista, por isso, a probabilidade de ficar lá em casa a estragar-se é pouca". Mas ainda pensei: "E se ele não gosta?". E concluí: "Oh, isto é doce, ele gosta de certeza!!". E com isto decidi comprar...

Pois que cheguei a casa e disse ao homem que tinha comprado a manteiga de amendoim e pensei: "Amanhã já não há e nem vou conseguir provar". Acontece que ele também ainda não tinha provado. Provou. Eu não. Diz ele: "É bom, as se comer muito, é enjoativo". Penso eu: "Deve ser doce até dizer chega!!!".

Isto passou-se. Entretanto não provei e tornei a falar com o homem sobre isto. E digo: "Oh aquilo deve ser é muito doce". E diz ele: "Aquilo nem é doce". E digo eu: "Então não disseste que era???". E ele: "Não, tu é que deves ter pensado que sim...". Pois, é verdade, quando ouvi enjoativo o meu cérebro interpretou como doce...

E agora que provei fiquei assim com a sensação de... nem sei bem... Esperava mais daquilo... Tantos anos à espera de provar e agora não me emociona! E, por isso, decidi ler os ingredientes. Descobri que leva amendoins... E que mesmo depois de se chamar manteiga de amendoim e de dizer nos ingredientes que leva amendoins, ainda tem uma frase a dizer que contém... pasmem.... amendois!!!! (Eu sei que deve ser obrigatório e tal por causa dos alérgicos e tal, eh pá, mas poças, manteiga de amendoim sem amendoim era dificil... digo eu!).

Euzinha

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Também estou aqui

O que já lá vai

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D